Suinocultura

Como a tecnologia pode auxiliar na melhoria da conversão alimentar em suínos

Por 28 de julho de 2020Sem comentários

A alimentação dos suínos tem um grande impacto nos custos da produção e isso faz com que o produtor e a agroindústria sejam, em muitos casos, refém das variações nos preços dos insumos. Uma forma eficiente de alcançar bons resultados econômicos é através da melhoria da conversão alimentar em suínos, visando minimizar gastos e aumentar a produtividade.

Neste artigo, veremos a importância de atender alguns aspectos para otimizar a conversão alimentar em suínos, e como a aplicação de ferramentas tecnológicas pode facilitar a obtenção deste objetivo. Boa leitura!

Implementação da melhoria da conversão alimentar em suínos

A conversão alimentar é obtida pelo cálculo da quantidade de ração ingerida (kg) dividido pelo ganho de massa corporal (kg). 

O valor encontrado é utilizado como um indicador que permite controlar o desperdício das rações. Desta forma, visa a redução de custos, juntamente com uma melhor performance do animal.

Para alcançar uma conversão alimentar adequada, deve-se pensar na combinação de alguns fatores, entre eles:

  • Bem-estar animal;
  • Regulagem dos comedouros;
  • Fornecimento de formulações adequadas às necessidades dos suínos.

Saiba mais sobre cada um desses pontos de atenção!

Aumentar o bem-estar animal

O bem-estar animal tem como objetivo proporcionar melhores condições em todos os elos da cadeia de produção, desde a criação, transporte até o abate dos suínos.

A falta de condições adequadas pode causar estresse. Consequentemente, isso pode aumentar a susceptibilidade a doenças e diminuição da produtividade. Para evitar estes problemas, é fundamental entender as etapas de criação, manejo e cuidados com os animais.

Os suínos devem ter acesso livre à alimentação, água e deve-se manter boas práticas de higiene e manutenção do ambiente. Além disso, é preciso certificar-se de que há conforto para o animal e a ausência de sofrimentos desnecessários em todo o processo.

Também é importante verificar a saúde dos suínos, fazendo o controle de vacinas e exames para prevenção de doenças.

Portanto, a implementação de medidas para gestão do bem-estar animal faz com que seja mais fácil antecipar problemas sanitários, evitar desperdícios e aumentar a performance.

Regulagem dos comedouros

A regulagem estratégica dos comedouros é muito importante para evitar o desperdício das rações e incentivar os animais a se alimentarem de acordo com a sua necessidade.

Para otimizar a disposição do alimento, deve-se pensar na quantidade de animais no mesmo ambiente. Existe uma relação entre o espaço por animal e a conversão alimentar, no qual o aumento de 0,4 m² por animal no alojamento pode representar uma redução de 3% na conversão alimentar do lote.

A falta de controle sobre os comedouros é um fato que pode mascarar a conversão alimentar em suínos. Para evitar que isso aconteça, indica-se controlar a quantidade de alimento nos pratos dos comedouros.

Além disso, outro fator que deve ser controlado no ambiente é a temperatura. Os suínos apresentam uma exigência entre 24 e 20 °C, que varia de acordo com a fase de criação. Portanto, temperaturas elevadas são prejudiciais ao desempenho do animal e afetam negativamente a conversão alimentar.

Formulações de rações

A formulação das rações fornecida aos animais deve atender às suas exigências nutricionais. Para isso, é importante verificar se a composição apresenta os teores adequados de:

  • Proteínas;
  • Gorduras;
  • Carboidratos;
  • Fibras;
  • Vitaminas;
  • Minerais.

Além disso, é fundamental observar parâmetros como palatabilidade e digestibilidade. Isso porque eles estão diretamente relacionados à iniciativa do animal se alimentar e o quanto deste alimento será absorvido no seu organismo, respectivamente.

Também é importante mencionar que o tamanho da partícula das rações afetam a nutrição do animal. As menores facilitam a ação das enzimas digestivas, melhorando biodisponibilidade os nutrientes.

Como a tecnologia pode melhorar a conversão alimentar em suínos?

A utilização de tecnologias na produção de suínos podem contribuir com a eficiência da produção, manejo e bem-estar do animal.

Atualmente, é possível encontrar no mercado diversas soluções tecnológicas desenvolvidas para alcançar estes resultados e também ajudar a melhorar a rentabilidade do produtor.

Além disso, existem diversas ações que podem ser aplicadas para melhorar a conversão alimentar em suínos. Confira as principais!

1 – Alertas diários do desvio de consumo de ração

Essa medida possibilita o gestor controlar quando o consumo de ração foge do habitual. Assim, identifica-se se o lote está consumindo a quantidade adequada de alimento esperado para a semana.

Essa ação facilita a tomada de decisões e a implementação de medidas preventivas e/ou corretivas, como trocar a fórmula da ração ou verificar a saúde do animal. Com isso, evita-se problemas mais graves e perdas econômicas.

2 – Acompanhamento do consumo em tempo real

Através do acompanhamento do consumo em tempo real, é possível verificar a taxa de consumo de cada lote de acordo com a sua fase de criação e identificar comportamentos inadequados.

3 – Automatizar o processo de entrega e pedido de ração

Com essa funcionalidade, o tempo da entrega da alimentação é otimizada. Assim, facilita a comunicação com a central distribuidora de ração. 

Desta forma, possibilita que o produtor tenha informações importantes sobre o pedido, como: 

  • Confirmação e a saída para entrega;
  • Indicação de possíveis cancelamentos;
  • Aviso de alterações no pedido.

Conheça a plataforma Meu Lote!

O Meu Lote é um sistema de gestão das informações da produção de suínos, que tornam os processos de gestão, produção e comunicação mais eficientes e transparentes.

Ele possibilita o controle dos dados de produção de uma forma fácil e eficaz. A sua utilização permite:

  • Melhoria de performance dos lotes;
  • Indicadores dos lotes críticos em tempo real;
  • Visualização de dados e informações para direcionamento de ações;
  • Potencial de redução de mortalidade;
  • Potencial de melhoria na conversão alimentar.

Com esses benefícios, a plataforma Meu Lote promove a redução de custos na agroindústria e melhora o bem-estar animal. Além disso, torna a comunicação entre campo e fomento mais ágil, facilitando a tomada de decisões assertivas.

Novas tecnologias são aliadas dos suinocultores

A conversão alimentar em suínos é multifatorial e não deve ser avaliada unicamente por uma ação isolada. Portanto, deve-se pensar na combinação do bem-estar animal, regulagem dos comedouros e o fornecimento formulações adequadas às necessidades nutricionais dos suínos.

Uma maneira assertiva de melhorar a conversão alimentar é se aliar às soluções tecnológicas, que permitam o controle dos dados da produção e tornam o processo mais dinâmico e eficiente.

Quer ter acesso às informações do plantel em tempo real? Clique aqui e conheça tudo sobre a plataforma Meu Lote!

Deixe um comentário