Produção de suínos

Confira 7 boas práticas de manejo na fase de terminação de suínos!

Por 8 de maio de 2020julho 10th, 2020Sem comentários

Você conhece os principais cuidados e práticas que devem ser tomados durante a fase de terminação de suínos?

Entre os cuidados essenciais estão as condições do ambiente e o fornecimento da quantidade certa de água e ração, por exemplo.

Nesse sentido, reunimos neste conteúdo 7 dicas para ajudar você a entender as principais boas práticas de manejo nesta fase! Continue a leitura e confira!

Entenda a importância da fase de terminação de suínos

A fase de terminação de suínos é quando ocorre a engorda do animal, e é dividida em duas fases:

  • A recria ou crescimento, onde os nutrientes absorvidos pelo suíno contribuem para o seu crescimento
  • A terminação, até os suínos atingirem o peso ideal de abate.

É o bom manejo na fase de terminação que ajuda a garantir o bem-estar dos animais e uma produção mais eficiente. 

Isso porque, os cuidados tomados nesta etapa, como o controle de temperatura e uma alimentação adequada, fazem com que o animal tenha um crescimento saudável, reduzindo fatores como o estresse e aumentando a qualidade do lote. 

1 Fique atento à idade recomendada para a transferência dos leitões

A transferência dos leitões para a terminação deve ocorrer no tempo adequado para alcançar melhores resultados. 

A recomendação é que eles sejam transferidos entre 63 e 70 dias de vida, aproximadamente, e com peso próximo de 18 a 25 kg, dependendo do sistema de produção.

Além disso, conforme o material Produção de Suínos – Teoria e Prática, publicado pela Associação Brasileira de Criadores Suínos (ABCS), a fase de recria ou crescimento é estabelecida entre a saída da creche até cerca de 110 dias de vida.

2 Conte com instalações de terminação adequadas

As condições das baias podem influenciar no manejo do lote e, portanto, em sua qualidade. 

O primeiro cuidado é em relação ao número de suínos por baia, que deve ser de 1,00 m²/suíno, aproximadamente. Esta quantidade pode variar conforme os comedouros e bebedouros disponíveis.

Este é um ponto importante, pois baias maiores facilitam a identificação de animais doentes e contribuem para o aumento na conversão alimentar, pois não ocorre a restrição de consumo de água ou ração. 

Quanto ao tamanho da instalação para alojar os animais, segundo o Manual Brasileiro de Boas Práticas Agropecuárias na Produção de Suínos, “os galpões nas terminações têm largura entre 8 e 12 m, pé-direito de 3 a 3,5 m e comprimento variável de acordo com o número de animais alojados.”

Outra boa prática de manejo para a terminação é realizar a limpeza das baias diariamente para evitar doenças entre os suínos. 

Uma limpeza com o auxílio de pá e vassoura para a raspagem dos excrementos é uma boa maneira de manter o ambiente adequado para os animais.

Já a limpeza nos corredores inclui varrer o local por volta de duas a três vezes por semana para evitar o acúmulo de poeira.

Estes cuidados com a instalação e o espaço são essenciais, pois os animais passam por uma grande variação de peso na fase de terminação e precisam de um ambiente confortável para passar por esta mudança.

3 Mantenha o controle da temperatura

O controle da temperatura é uma prática que garante aos suínos maior conforto térmico e absorção de nutrientes.

Quando o animal está mais confortável em relação à temperatura, seu organismo consegue destinar mais nutrientes para o crescimento, e não para a manutenção da temperatura corporal.

Nesse sentido, as principais recomendações dizem que ao final da fase de terminação a temperatura do ambiente deve estar em aproximadamente 18°C. 

Algo que pode ajudar a entender esta questão é observar o comportamento dos suínos na baia. Por exemplo, quando os animais se amontoam, é uma indicação de que provavelmente estão com sensação de frio. 

Já quando eles estão ofegantes e espalhados pela baia, podem estar com calor. 

Uma dica para melhorar o controle de temperatura é utilizar cortinas, forros, ventiladores ou piso aquecido no ambiente, pois estes recursos ajudam a evitar a variação extrema de temperatura, reduzindo a entrada de luz solar e correntes de ar no local.

Também é possível plantar árvores e grama próximo às instalações. 

4 Separe os leitões por tamanho e sexo

Separe os leitões por tamanho e sexo

Quando os leitões chegam nas instalações de terminação, é fundamental separar os animais por tamanho e sexo, para facilitar as próximas ações de manejo.

Esta separação também ajuda a encontrar leitões doentes ou machucados. Caso isso ocorra é preciso manter os animais separados em outras baias até que estejam recuperados.

Se você identificar leitões mais leves que o normal, é possível dar um tratamento especial, com mais atenção ao controle de temperatura e, se necessário, um maior tempo de fornecimento de ração.

5 Forneça as quantidades de água e alimentação ideais

O fornecimento de água e alimentação adequada é fundamental para o crescimento dos suínos nesta fase. 

Por isso, os animais devem ter acesso livre à água fresca. Também é importante manter a higiene dos bebedouros e evitar o desperdício de água.

A ração pode ser disponibilizada com restrições ou à vontade. Mas, de forma geral, a restrição de alimentação pode iniciar quando o animal atinge 80kg.

Assim o suíno consegue uma melhor conversão alimentar e um bom ganho de peso.

Por fim, para evitar o desperdício de ração, é possível regular os comedouros durante o dia, o que também influencia na rentabilidade da granja.

6 Realize um bom manejo sanitário

O manejo sanitário serve para garantir um crescimento saudável dos suínos e evitar a ocorrência de doenças. 

As principais boas práticas de manejo sanitário são:

  • Seguir corretamente a vacinação e medicação dos animais, conforme as recomendações do veterinário
  • Ter o fornecimento de água e ração adequados, e manter controle da temperatura, para evitar o estresse do animal
  • Realizar a limpeza regular do local
  • Utilizar desinfetantes cerca de 3 a 4 vezes por semana para diminuir a poeira do ambiente.

7 Utilize tecnologias para fazer o acompanhamento do lote

Para manter as condições adequadas de manejo é interessante contar com tecnologias para acessar as informações de acompanhamento do lote. 

Assim você pode ter um controle mais eficiente e evitar falhas na fase de terminação. 

Para entender mais sobre o assunto, clique aqui e leia nosso conteúdo sobre como a tecnologia pode ser sua aliada na produção de suínos

Deixe um comentário